segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz 2013



Senhores Comandantes, comissários, passageiros e blogueiros,


O blog Aeroportos Brasil, vem por meio deste comunicado desejar a todos um Feliz Ano Novo!
Que o novo ano que se iniciará em poucas horas, tragam a todos sorte, saúde, paz, amor e muitos voos. O ano de 2013 nos aguarda, e estamos prontos para todos os embarques, desembarques e encontros possíveis sejam eles em voos nacionais ou internacionais. Happy New Year - 2013.


                                                                                                                         W.S.F
                                                                                                       Presidente Aeroportos Brasil

A sensação de comemorar o ano novo voando


Contagem regressiva, jatos de espumante e coros de "Adeus ano velho/ Feliz ano novo": nenhuma novidade em se tratando de réveillon. Mas e se tudo isso se passar dentro de um avião? Se a princípio a ideia pode não parecer muito boa, os preços convidativos normalmente encontrados na data acabam fazendo com que muita gente troque a virada do ano à beira-mar por uma cabine pressurizada a mais de 11 mil metros de altura. As empresas aéreas operam normalmente em 31 de dezembro - porém, algumas delas dão um jeitinho de não deixar a data passar em branco.

Desde uma simples saudação do comandante por meio do sistema de rádio até um brinde coletivo com champanhe, as comemorações - ou a ausência delas - variam em cada empresa (ou mesmo em cada voo). O desafio começa por definir qual horário levar em conta para a contagem regressiva: o da origem? O do destino? Ou o do país sede da empresa?

Algumas companhias, como Air Canada e Swiss, oferecem uma taça de champanhe aos passageiros (maiores de idade, claro). Na American Airlines, que não costuma ter qualquer cerimônia, uma exceção aconteceu há três anos quando um voo decolou do aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro, e sobrevoava a orla de Copacabana bem no momento da queima de fogos. O capitão se emocionou e fez um voo panorâmico, para deleite dos passageiros.

Já a Lufthansa parece fazer questão de marcar bem a data. Além de oferecer champanhe e de fazer uma decoração temática na cabine, a empresa alemã serve a todos os passageiros um gefullte gans mit rotkohl - ou, em bom português, ganso recheado com repolho roxo, prato germânico típico da data. Sem as sete ondinhas para pular, céticos e supersticiosos ganham um porquinho em miniatura e um trevo de quatro folhas, como amuletos para atrair sorte no ano que virá. A diretora da Lufthansa para o Brasil, Annette Taueber, já esteve a bordo em 31 de dezembro. "Foi bem divertido", garante.

No ano passado, a TAM sorteou garrafas de champanhe Mumm em seus voos, mas ainda não anunciou o que oferecerá neste ano. Já a Air France terá um cardápio especial para a primeira classe, com Caviar Alverta Royal.

A menor demanda de passageiros na data explica os preços mais em conta nesses voos. A Swiss, no entanto, diz que este ano terá mais passageiros viajando no dia 31 de dezembro do que nos três dias anteriores. 
Já a engenheira civil Mônica de Freitas, de 51 anos, encontrou na TAP tarifas por quase metade do preço para vir de Munique a São Paulo. E olha que de réveillon em avião ela entende: foram 12 até agora. Confira abaixo esta e outras histórias.

Foi para economizar que o engenheiro paulistano Thierry Lebois, de 26 anos, optou por voar de São Paulo a Paris, onde mora, via Milão, na virada de 2004 para 2005. Embarcou no voo da Alitalia frustrado por não começar o ano com a família. "Estava com a expectativa bem lá em baixo de passar o réveillon no avião", lembra.

Com o fuso horário de três horas a mais, o comandante anunciou no rádio o ano-novo na Itália. Apesar de muitos passageiros já estarem dormindo, despertaram e aplaudiram. No entanto, quando se aproximava a hora da virada no Brasil, alguns brasileiros foram se reunindo nos corredores.

"O pessoal começou a se abraçar e a tomar vinho. Quando chegou a meia-noite já estava todo mundo bem 'alto'. As pessoas iam até a cozinha, abriam a gaveta sem cerimônia, pegavam vinho e cerveja", diz. Na hora da contagem regressiva, um comprido e animado trenzinho costurava entre as poltronas e corredores. Já não havia mais um pingo de formalidade a bordo.

As aeromoças desistiram de retomar o controle da situação. Até o comandante foi conferir e encontrou um clima de festa generalizada em toda a classe econômica. "Um monte de gente se conheceu. Vários casais se formaram nesse voo", conta. No fim, muitos passageiros começaram a dormir, inclusive no chão, entre as poltronas. "Acho que todos estavam com expectativas tão baixas que acabaram festejando muito. Só estavam lá porque era realmente a opção mais barata."

No último dia de 2009, a arquiteta Isadora Dias, de 25 anos, ia encontrar o namorado no Acre. O plano era passar o Natal com a família dela no Paraná e o réveillon com a dele, em Rio Branco. Resolveram comprar a passagem, e, de acordo com os cálculos, ela chegaria às 23h15 do dia 31.
 
Porém, foi só em pleno ar que Isadora descobriu que havia feito uma confusão com o fuso horário do Estado e o voo só chegaria depois da meia-noite. A decepção aumentou quando viu pela janela os fogos de artifício sobre a Ponte JK, que atravessa o Rio Acre. "As aeromoças passaram comemorando e cantando musiquinhas. Eu era a única totalmente sozinha, já que só havia dois casais e eu a bordo."
 
A arquiteta conta que as comissárias perceberam sua decepção. "Fiquei nervosa, me atrapalhei, derrubei refrigerante em tudo. Quando elas (as aeromoças) vieram limpar, fiquei amiga delas", diz. Ela não conseguia esconder a frustração. "A passagem era mais barata que nos outros dias, mas nem tanto. Afinal, quem é que vai para o Acre no dia do réveillon?"
 
Se para a maioria das pessoas passar o ano-novo no avião é algo raro, para a engenheira civil Mônica de Freitas é quase uma rotina. Aos 51 anos, ela conta que já passou 12 natais e réveillons em aeronaves. Isso porque desde 1999 Mônica vive em Kempten, no sul da Alemanha, e vem passar as festas - ou pelo menos o verão - com a família no Brasil.
 
Este ano, quando o relógio marcar a meia-noite, Mônica e seu marido, Sam, estarão novamente a caminho do Brasil. De acordo com suas contas, em um trem rumo ao aeroporto de Munique, de onde voarão para Lisboa e embarcarão numa aeronave da TAP - finalmente, com destino a São Paulo. Onde chegam já em 2013.
 
Ela conta que, até hoje, nunca viu nenhum tipo de celebração a bordo. "Existe uma preocupação dos comissários de servir logo o jantar, apagar as luzes e colocar todo mundo pra dormir", afirma. Sendo assim, diz não ter nenhuma expectativa para o réveillon desse ano e que optou pela data ao encontrar uma passagem por 765, quase metade do valor normal.
 
Para Mônica, as datas não são muito importantes. "Se der, acho legal passar o Natal com a família, em São Paulo. Mas no ano-novo, não gosto muito de ir a festas e ter que estar eufórica e cumprimentar todo mundo". Apesar de o Brasil ser seu principal destino de férias, nos dois últimos anos ela e o marido foram para a África do Sul - também no último dia do ano. "O que eu curto muito é chegar no primeiro dia do ano em um lugar novo, com uma cultura que eu não conheço. Acho uma super energia!"

Fonte: FELIPE MORTARA - O Estado de S.Paulo
Via: Spotter JPA no Ar

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

GOL com check-in até uma semana antes do voo


A GOL aumentou este mês o prazo para a realização do check-in online.  Agora, os passageiros com voos marcados pela companhia podem fazer o check-in com antecedência de até sete dias por meio da internet e do celular (WAP, Android e Iphone). O prazo mínimo continua a ser 45 minutos antes do horário de partida do voo. Pelos mesmos canais, agora é possível realizar também o cancelamento do check-in entre 7 dias e 40 minutos antes do horário da decolagem.
A medida é muito bem-vinda, especialmente nesta época em que os aeroportos e voos estão lotados.  Pela internet, o passageiro pode fazer o check-in no site da GOL e imprimir o cartão de embarque. Se fizer pelo celular, você receberá um código 2D para ser lido nos totens da companhia no aeroporto. O sistema é meio estranho e muitas vezes a leitura do código não dá certo, mas é bem fácil imprimir o cartão com o código da reserva ou com o número do documento.
O problema é que quem tiver malas para despachar vai ter que enfrentar uma fila até o balcão. Apesar de ser menor que a fila convencional, às vezes é uma demora considerável, sobretudo nos tempos de terminais lotados. Apenas para constar, a GOL terminou por não cumprir a promessa de que até o fim do ano os check-ins poderiam ser feitos com códigos no celular, sem impressões, como permite a TAM. 
Fonte: Melhores Destinos

TAM lidera mercado e Avianca é a que mais cresce


A demanda do transporte aéreo doméstico de passageiros cresceu 7,22% em novembro na comparação com o mesmo período de 2011, informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em comunicado nesta sexta-feira (28). A TAM lidera com 43,14% de participação no mercado nacional. A Gol vem logo atrás, com 33,52%. Entre as empresas com mais de 1% de participação de mercado, a Avianca teve o maior crescimento em um ano (84%). A empresa atingiu 6,4% do mercado.


Com a alta nos preços internacionais de combustível e do dólar, as empresas de aviação estão 'enchendo' mais os aviões na tentativa de diminuir os prejuízos. Prova disso é que a ocupação dos voos domésticos em novembro foi a maior dos últimos 12 anos, segundo a Anac.
Em média, os voos nacionais tiveram 76,25% dos assentos ocupados. Em novembro de 2011, a ocupação era de 67%, em média. Com uma demanda 7,22% mais alta em um ano, a elevada taxa de ocupação se deve também a diminuição no número de voos (5,68%). Essa é a primeira redução nesse tipo de comparação para o mês de novembro em oito anos.
A taxa de ocupação dos voos internacionais alcançou em novembro 72,42% , contra 74,97% no ano anterior. Segundo a Anac, o melhor aproveitamento em novembro foi alcançado pela TAM, com 73,92%. A Gol atingiu 60,88%. As duas são as únicas empresas a realizar voos internacionais no Brasil. A TAM aumentou a sua fatia no segmento em novembro em 2,06%, para 90,35%. A Gol teve sua participação reduzida em 3,60%, para 9,65%, segundo a Anac.
Fonte: UOL

INFRAERO é multada devido a apagão nos aeroportos



A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) multou nesta sexta-feira (28) a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) em cerca de R$ 300 mil pelo recentes problemas nos aeroportos Tom Jobim (Galeão) e Santos Dumont, ambos no Rio de Janeiro. Pelas falhas no sistema de refrigeração no Santos Dumont, a multa foi de R$ 250 mil.

Há dois meses, os passageiros sofrem com a falta de ar-condicionado, que foi desligado no último dia 19. O sistema voltou a funcionar, parcialmente, na tarde do último domingo. Em nota, a Infraero havia dito que "o problema ocorreu em parte do sistema da central de água gelada, sendo que uma das peças já foi retificada e está sendo montada". Para minimizar a sensação térmica na sala de embarque, a Infraero instalou climatizadores e dois ventiladores.

Pelo apagão de quarta-feira (26) no Galeão, a multa vai variar entre R$ 35 mil a R$ 50 mil. A falta de luz no aeroporto ocorreu por um problema num dos seis transformadores da subestação que fica no local. A causa não foi identificada. A falha ocorreu às 20h55 e a energia começou a voltar às 21h05 da última quarta-feira. O abastecimento só voltou ao normal uma hora e meia depois. Segundo a Infraero, 19 voos atrasaram, mas nenhum foi cancelado.

O superintendente do Galeão, Emmanoeth Vieira de Sá, admitiu que o sistema elétrico é antigo e que precisa de reforma. Ele diz que já está em curso uma licitação. O apagão também afetou o funcionamento no sistema de refrigeração. No dia seguinte ao blecaute, uma forte onda de calor tomou conta do Terminal 1. O ar-condicionado só foi totalmente religado na madrugada e até o fim da manhã de ontem passageiros ainda reclamavam do calor.

Fonte: Folha S. Paulo

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Infraero contabiliza 10% de voos atrasados



Os aeroportos do País registram mais de 10% de atrasos nos voos domésticos desta quinta-feira (27) e quase 5% deles foram cancelados, mostram dados da Infraero, atualizados às 17h. Da meia-noite desta quinta-feira até às 17h, 191 decolagens - ou 10,5% do total de 1821 programadas - foram realizadas fora de seus horários previstos, enquanto 83 voos, ou 4,6%, foram cancelados no mesmo intervalo de tempo. Na última hora, 20 voos, ou 1,1% do total, estavam atrasados no momento do último boletim.

O aeroporto de Brasília (DF) foi o que mais registrou atrasos, 22, sendo três apenas na última hora, e Santos Dumont (RJ) o que mais cancelou voos até às 17h: 15 decolagens. Com relação aos voos internacionais, do total de 117 previstos para o período entre a meia-noite e as 17h, 18 decolaram atrasados. Na última hora, apenas um voo sofreu atraso. Já os cancelamentos somaram 11 voos, sendo oito deles com decolagem prevista no aeroporto de Guarulhos (SP). Informa o Estadão.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Gol cria empresa para administrar o Smilles


Maior ativo que lhe sobrou da compra da Varig, o Smiles, hoje pertencente à Gol e administrado pela VRG, passa a ser uma empresa própria, do Grupo Gol, e com o nome Smiles S.A. Veja abaixo o comunicado da empresa, que estuda abrir capital da Smiles S.A., como fez a Tam com seu Fidelidade/Multiplus.

"A Gol Linhas Aéreas Inteligentes, a maior companhia aérea de baixo custo e baixa tarifa da América Latina, comunica a segregação das atividades relacionadas ao programa de relacionamento “Smiles”, atualmente conduzidas pela sua controlada VRG Linhas Aéreas S.A., as quais passarão a ser conduzidas pela Smiles S.A., sociedade recentemente constituída e sob controle da Gol Linhas Aéreas Inteligentes. 

Conforme comunicado anteriormente, a companhia está avaliando a possibilidade de realizar uma oferta pública inicial de ações da Smiles S.A., sem que haja qualquer estimativa ou previsão para a conclusão dessas análises. A realização de uma oferta pública estará sujeita às condições dos mercados de capitais nacional e internacional e à obtenção de um prévio registro junto a Comissão de Valores Mobiliários e demais formalidades aplicáveis a esse tipo de operação.

A companhia ressalta que para o cliente Smiles nada muda. Os processos de emissão, acúmulo e resgate permanecem iguais, assim como o embarque com bilhetes já emitidos com milhas".

Passageiros da Webjet poderam cancelar bilhetes comprados


A Anac informou que os passageiros que adquiriram bilhetes da Webjet podem optar pelo cancelamento da compra da passagem, caso em que a Gol Linhas Aéreas terá que devolver integralmente o valor pago, nas mesmas condições em que o bilhete foi adquirido. Também é proibida a cobrança de diferenças tarifárias para esses clientes da Webjet que tiveram seus voos cancelados e que precisam ser remarcados, comunicou a Anac.


A Anac diz ainda Gol é responsável por assegurar o atendimento aos clientes da Webjet, acomodando-os em outros voos para realizar seu transporte e prestando assistência integral aos passageiros. A Golfoi notificada e alertada sobre as penalidades previstas em caso de cobranças de diferença tarifária e também de que maneira proceder à devolução dos valores eventualmente cobrados de forma irregular. Se comprovada a cobrança, a empresa poderá ser multada no valor de R$ 4 mil a R$ 10 mil por passageiro pelo descumprimento da Resolução nº. 141/2010. Além da multa, a companhia terá que devolver o valor cobrado irregularmente.

Gol implanta sistema de iluminação para pousos



Gol é a primeira companhia aérea do País a utilizar o sistema Pulselite, que faz com que as luzes de pouso das aeronaves (landing lights) pulsem em ciclos alternados, variando sua intensidade. Esta ação cria uma ilusão de maior movimento das aeronaves e permite que as mesmas sejam vistas mais facilmente pelas aves, por outras aeronaves e pela torre de controle nos aeroportos. 

“Este projeto ainda está em fase piloto de medição e visa, sobretudo, a segurança das operações, item prioritário de nossa política de gestão”, destaca o diretor de Segurança Operacional da companhia, Sérgio Quito. 

O primeiro avião da companhia a receber o equipamento foi o de matrícula PR-GGF. Até fevereiro de 2013, mais cinco aeronaves terão o sistema instalado. O equipamento será testado por seis meses, sem custo para a empresa, visando comprovar a redução mínima estimada de 25% de colisões com pássaros.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Aeroporto de João Pessoa deve ter a maior movimentação de passageiros


Quando chega o fim de ano, muitas pessoas buscam viajar de férias com a familia, ou simplismente viajam para passar as festas de fim de ano fora de casa; outros ainda continuam em suas viagem de negocio. Seja a lazer ou a negocio as pessoas continuam viajando, e os meses de dezembro e janeiro, são os meses mais movimentados.

O Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto - João Pessoa deve receber sua maior movimentação de passageiros no mês de dezembro. A capital da Paraíba tem sido um dos principais destino vendidos pelas operadoras de turismo, agencias de turismo. João Pessoa que sempre esteve entre os 10 destinos mais vendidos do Brasil, passa para o top 5 para as ferias de dezembro/janeiro e tambem ganhando destaque para o carnaval.

A movimentação de passageiros deve ser tão grande que as companhias aéreas operantes na cidade devem colocar voos extras, aumentando assim a flexibilidade de horarios e destinos com partida de João Pessoa. 

O maior aumento é da AZUL/TRIP que terá cinco voos diários. Dois voos com partidas de Salvador, dois de Campinas e um do Rio de Janeiro. A TAM está com dois voos para Brasília, dois para Guarulhos, e três para o Rio de Janeiro, sendo um com escala em Recife. A Gol possui quatro voos diários com saida sem conexão de Campinas, Belo Horizonte, Brasilia, Salvador, Rio de Janeiro, Guarulhos e Congonhas; e a Avianca possui um voo diário com saida de Brasilia.

Venha conhecer a Paraíba, venha conhecer João Pessoa - a cidade que é mais que Sol e Mar!

Governo portugues desiste de vender TAP


O Governo decidiu não vender a TAP a Gérman Efromovich, que não terá apresentado as garantias bancárias exigidas.A decisão será anunciada publicamente dentro de momentos no 'briefing' do Conselho de Ministros. O Governo estará nesta altura a informar Efromovich desta decisão. Segundo apurou o Económico, na base da decisão está a não apresentação de uma garantia bancária de 25 milhões de euros dos 35 milhões que ficariam para o Estado. 

A fonte foi o Diário Economico, e a publicação está em atualização.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

American Airlines confirma Porto Alegre e Curitiba em 2013


Desde 2011 sabemos da intenção da American Airlines voar para Porto Alegre, porém sempre soubemos que estava muito longe, já que não havia disponibilidade de horários devido a limitações impostas por um acordo existente entre Brasil e  Estados Unidos. Porém, na segunda-feira a empresa confirmou inicio de operações na região Sul.

A notícia é ótima, especialmente para os paranaenses que são obrigados a passar por outra capital brasileira antes de ir para os Estados Unidos. Mas é importante alertar que esses voos ainda devem demorar bastante tempo para começar.

Para iniciar esses voos a American Airlines depende de aprovação da Anac e do DOT, a Anac dos Estados Unidos. Porém antes disso, era preciso haver disponibilidade de voos no acordo bilateral Brasil – Estados Unidos que limita o número de voos entre os dois países. Recentemente foi acordada uma flexibilização desse acordo e isso não é mais um problema.

Um outro problema que ainda precisa ser equacionado são as limitações do aeroporto de Curitiba. A pista do Afonso Pena não permite decolar com um 767 com toda a sua capacidade e um avião menor não teria autonomia para voar direto até Miami. Sendo assim, o mais provável que é o voo seja Curitiba – Porto Alegre – Miami – Porto Alegre – Curitiba.

Uma outra possibilidade seria ter um voo Porto Alegre – Miami – Porto Alegre e o voo de Curitiba passando por Guarulhos. Nesse caso os voos de Curitiba só poderiam começar depois de outubro, já que esse acordo bilateral não permite novos voos de Guarulhos para os Estados Unidos antes de outubro de 2013. Informa, Melhores Destinos.

Funcionários da TAP não querem privatização

Representantes dos trabalhadores da aérea Tap pedem “bom senso” e suspensão da privatização da aérea. “Esperamos que o governo tenha bom senso, que as pessoas estejam de boa fé e que sejam mais patriotas e que a venda seja suspensa”, disse Bruno Fialho, do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, à entrada do Ministério da Economia para uma reunião entre oito sindicatos representativos dos trabalhadores da Tap e o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro. A notícia é do Jornal Lusa/Sol.

A matéria diz ainda que “os trabalhadores estão contra a privatização da empresa por causa da possível retirada do hub de Lisboa, um ponto que dizem não estar garantido no caderno de encargos, assim como a salvaguarda dos postos de trabalho diretos dos funcionários da Tap e os indiretos, que correspondem aos grupos que gravitam à volta da empresa, e que ultrapassam os 13 mil postos de trabalho”.“Nada está garantido, basta ler o caderno de encargos”, concluiu o sindicalista.

O governo deve se posicionar amanhã a respeito da proposta feita pela Avianca.Informa o Portal Panrotas.

Presidente anuncia concessão de aeroportos do Rio e Minas

 
A presidente Dilma Rousseff anuncia amanhã (20/12) a concessão dos Aeroportos do Galeão (RJ) e Confins (MG) ao setor privado. O edital vai restringir as concessões, no caso de operadores estrangeiros, a experiência mínima na gestão de aeroportos com 35 milhões de passageiros/ano.

O governo pretende anunciar ainda este ano um plano de longo prazo para estimular a aviação regional, com R$ 20 bilhões em recursos para investimentos em ampliação e construção de pequenos terminais, além da concessão de subsídios a empresas que quiserem operar rotas regionais. A entrada de grandes empresas , como Gol e Tam, será restringida.

Gol terá que reintegrar demitidos da Webjet


O Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro vai expedir mandado para a Gol cumprir em oito dias a liminar que garantiu a reintegração de 850 funcionários da Webjet demitidos em novembro. A decisão é da juíza titular da 23ª Vara do Trabalho, Simone Poubel Lima, após presidir nesta terça-feira (18) a audiência com os representantes da companhia aérea, o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Sindicato Nacional dos Aeronautas.

“A decisão judicial foi acertada e deve assegurar a necessidade do seu cumprimento”, disse o procurador do Trabalho Carlos Augusto Sampaio Solar. Além de Solar, a procuradora do Trabalho Lúcia de Fátima dos Santos Gomes, autora da ação, participou da audiência desta terça.

Durante a audiência, a empresa tentou justificar as demissões, alegando problemas financeiros e inaptidão dos funcionários da Webjet em operar equipamentos da Gol. Além disso, alegou que tentou sem êxito conciliação  com os trabalhadores. O procurador do Trabalho ressaltou, porém, que a tentativa de negociação só ocorreu depois da ação na Justiça. O que foi confirmado pelo sindicato, que negou ainda a falta de conhecimentos de comissários, mecânicos e pilotos em operar os equipamentos da Gol.

Em caso de descumprimento da liminar, a empresa terá que pagar multa diária de R$ 1 mil por trabalhador que não for reintegrado. Essa foi a única mudança da juíza em relação à liminar concedida no dia 6, que havia fixado a multa em R$ 20 mil. Na audiência desta terça-feira, a magistrada concedeu também prazo de 10 dias, a partir de 14 de janeiro, para que as partes entreguem outros documentos para se defenderem.

As companhias aéreas buscam rentabilidade

As cinco maiores companhias aéreas brasileiras esperam uma diminuição na oferta total de voos e a manutenção da demanda em 2013. A expectativa é elevar as taxas de ocupação das aeronaves para ter maior rentabilidade e fazer com que o preço médio das passagens não passe por ajustes muitos impactantes. Este posicionamento foi divulgado, em nota, pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) nesta segunda-feira (17).
Segundo a entidade, a realidade das empresas deve ser diferente no ano que vem, tanto para a aviação regional quanto para a doméstica. Avianca e Azul/Trip preveem crescimento, com aumento da oferta, enquanto a GOL e a TAM devem manter a diminuição da oferta, porque 2012 foi um ano de ajustes nas freqüências de voos.

A Abear afirma que 2012 foi um ano difícil para a aviação uma vez que a rentabilidade das empresas ficou comprometida por causa de entraves como o aumento do preço do combustível, alta do dólar, taxas e tarifas de navegação aérea, infraestrutura, além do ritmo desacelerado da economia global.

De acordo com o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, houve um aumento de rotas e destinos este ano, mas isso não foi suficiente porque o negócio de transporte aéreo é bastante ligado ao desempenho da economia e o cenário também se reflete na realidade das empresas.

Para evitar transtornos durante os meses de dezembro e janeiro, as companhias garantem que irão oferecer aeronaves e tripulações reservas. A orientação aos passageiros é que realizem, quando possível, o check-in online e nos totens de autoatendimento. Também é preciso estar atento aos documentos necessários para passageiros menores de idade e viajar com bagagens no peso permitido.
Segundo a Abear, serão tomadas ações como reforço de escala de funcionários, contratação de equipes extras, reforço nas equipes de manutenção, incremento nos sistemas de Call Center para acionar tripulantes, preparação de sistemas de atendimento de check-in capazes de trabalhar off-line (caso ocorram queda de sistema) e voos extras para os destinos mais procurados.

Na área do aeroporto haverá aumento no número de funcionários de balcão, sala de embarque e check-in. Todas as equipes foram submetidas a treinamentos específicos para atendimento a situações de contingência. As empresas também cumprem a resolução 141, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), quando ocorrem atrasos e cancelamentos: garantem alimentação, transporte, hospedagem e comunicação aos passageiros afetados.

GOL começa a medir o tamanho das bagagens de mão


A GOL Linhas Aéreas Inteligentes colocou em prática, inicialmente no aeroporto de Congonhas, um novo projeto para a conferência do tamanho das bagagens de mão de seus clientes, o "Gabarito de Bagagem de portão". O instrumento, semelhante a uma caixa com fundo falso, será utilizado pelo agente de aeroporto para medir o tamanho da mala de mão dos clientes na fila do embarque e verificar se elas são compatíveis com o espaço do bagageiro da cabine do avião.
Caso a bagagem seja maior do que o tamanho permitido* será etiquetada ainda na fila do embarque e despachada na sequência. Este processo auxilia o procedimento de embarque, uma vez que facilita a acomodação dos clientes e de suas respectivas bagagens de mão e, como consequência, evita possíveis atrasos no voo.

"O ’gabarito de bagagem de portão’ é apenas uma das ações que estamos implantado para tornar mais simples e prática a passagem de nossos clientes pelo aeroporto. Este produto é vantagem, sobretudo, para o atendimento aos clientes que realizam o autoatendimento e seguem direto à sala de embarque. O projeto foi iniciado no aeroporto de Congonhas e será estendido de forma gradativa aos demais aeroportos", destaca André Lima, diretor de Aeroportos da GOL.

*A soma das dimensões não pode ultrapassar 115 cm – Referência Portaria 676/GC5 da Anac

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

TAM e American Airlines anunciam code-share



A Tam e a American Airlines anunciaram a assinatura de code-share hoje. Sujeito à aprovação do Departamento de Transporte dos Estados Unidos (DOT), do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Anac, o acordo permitirá que os passageiros da Tam tenham mais opções de voos nos Estados Unidos e Canadá, utilizando a malha da American Airlines, e vice-versa. 

“Quando o acordo com a American Airlines for aprovado, poderemos aumentar e diversificar as opções de voos na América do Norte, região que recebe um intenso fluxo de turistas e de viajantes a negócios todos os anos”, analisa o presidente da Tam, Marco Antonio Bologna. “O acordo resultará na conexão de importantes cidades, e permitirá oferecer a nossos passageiros experiências de viagem ainda melhores, com mais conforto e praticidade.”

Em comunicado, a Tam ressalta que o acordo não altera sua atual condição, de membro da Star Alliance, embora a American Airlines integre a One Wold, mesma aliança da Lan. 

TAM e Gol aumentam participação no doméstico



Tam permaneceu na liderança do mercado doméstico em novembro, com 43,35% de share. A Gol, que também registrou um incremento de sua participação após a incorporação da Webjet, segue na vice-liderança com 35,6%. Os resultados foram divulgados na segunda apresentação do Programa Dados e Fatos da Abaer, que reúne os principais balanços mensais das aéreas associadas. 

No mês passado, TamGolAzulTrip e Avianca transportaram 6,36 milhões de passageiros e registraram ocupação média de 76,25%. A oferta diminuiu 5,6% e a demanda 2,35%. “A queda da oferta e da demanda são dados que refletem a tendência do setor em rever suas estratégias para melhorar a rentabilidade de seus voos”, destacou o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz.

De acordo com o dirigente, esses números evidenciam o atual momento do setor aéreo. “As empresas estão revendo suas estratégias para melhorar a taxa de ocupação de seus voos, aumentar sua rentabilidade e tentar manter os preços das passagens, sem repassar para os consumidores as dificuldades enfrentadas pelas empresas”, ressaltou. 

AviancaAzul e Tam viram a procura por seus serviços aumentar em 5%, 3,7% e 2,5%, respectivamente. A Trip teve retração na demanda de 1% e a Tam de 3,14%. “O momento é único para cada empresa. Algumas aumentaram a oferta e outras diminuíram. Chegamos no final do ano com um cenário de construção de alternativas para a recuperação da rentabilidade”, avaliou Sanovicz. “Em 2013, a mãe de todas as batalhas continuará sendo a questão da precificação do combustível de aviação”, concluiu.

Tam – 43,3%
Gol – 35,6%
Azul – 9,9%
Avianca – 6,4%
Trip – 4,6%

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Aracaju passará a receber voos internacionais



O Governo do Estado de Sergipe, por meio da Secretaria de Turismo (Setur) e da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur), tem participado efetivamente de diversas feiras internacionais a convite da Embratur com o objetivo de familiarizar o destino Sergipe junto aos operadores e agentes internacionais, principalmente de países da América Latina.              

Os primeiros resultados já estão acontecendo. Sergipe teve dois projetos aprovados para celebração de convênios com a Embratur, um no valor de R$ 555 mil para a realização de 12 voos chartes (fretamento) entre Santiago, no Chile, e Aracaju, e outro de R$ 180 mil para produção de material destinado à promoção e à divulgação do destino Sergipe em espanhol e inglês.  

Esse é o principal foco do Plano Aquarela da Embratur, que prevê até o ano de 2020 o aumento significativo do número de turistas vindo de países da América Latina, como Chile, México, Argentina, Bolívia, Peru e Uruguai dentre outros. Com esse objetivo o Governo Federal e a Setur / Emsetur vêm desenvolvendo ações capazes de fortalecer a promoção e a divulgação do destino.       

Os voos charters, ou fretamentos aéreos, entre Aracaju e Santiago, vão ser realizados nos meses de julho de 2013 e janeiro e fevereiro de 2014. Mas, já a partir de janeiro de 2013, o trabalho junto aos operadores de turismo, aos agentes de viagem chilenos e imprensa começa a ser realizado, de modo a levar ao consumidor final, o turista chileno, informações sobre a atratividade e qualidade do destino Sergipe. Estão previstas ações como viagens de familiarização de operadoras e agentes de viagem chilenos, presstrips com jornalistas dos principais veículos de comunicação do país, assim como anúncios e comerciais em diversas mídias locais.

Os voos charters serão operadoras pela empresa aérea Gol, com equipamento Boeing 737-800, capacidade para 181 passageiros em classe nica, com chegadas e partidas aos sábados, significando a presença de 2.172 turistas chilenos, de elevado poder aquisitivo e formadores de opinião. Os grupos de turistas permanecerão em Sergipe por oito dias, representando 15.204 pernoites na rede hoteleira sergipana. Além disso, há estimativa de um gasto médio de US$ 100, cerca de R$ 200, per capita/dia durante a permanência destes visitantes no estado, representando uma injeção de cerca de R$ 3 milhões na economia sergipana no período. 

Também em parceria com a Embratur, a Emsetur teve plano de trabalho aprovado para a promoção e divulgação, através da produção de material promocional em espanhol e inglês, para distribuição em ações envolvendo feiras e eventos internacionais. Os recursos em fase de liberação somam R$ 180 mil e serão aplicados em um portal, na produção de filme publicitário sobre o destino e em outros tipos de materiais promocionais.

Aeroporto de João Pessoa com posto do Procon


Cidadãos paraibanos e turistas que chegam ou saem da Paraíba pelo Aeroporto Internacional Castro Pinto, em Bayeux, contam agora com um novo posto de atendimento do Procon Paraíba. Na manhã desta sexta-feira (14), foi inaugurado o Núcleo de Atendimento do órgão de defesa do consumidor no aeroporto. Inicialmente, o funcionamento do novo posto será das 10h às 16h. 
A secretária executiva do Procon-PB, Klébia Ludgério, ressaltou que esta é mais uma ação para o fortalecimento do sistema de defesa do consumidor no Estado. “A Paraíba está crescendo e nós precisamos de mecanismos que garantam o respeito aos direitos dos cidadãos-consumidores, sejam eles paraibanos ou turistas que estejam em nosso Estado apenas de passagem”, comentou.
Durante a solenidade do termo de cessão de uso para a instalação do novo posto de atendimento, a secretária executiva do Procon-PB destacou a importância de parcerias realizadas com outros órgãos estaduais, a exemplo da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur). “A PBTur foi muito importante neste processo de instalação deste novo posto de atendimento. Em reiteradas conversas com Ruth Avelino (presidente da PBTur), discutimos formas de ampliar o suporte aos nossos turistas e neste momento damos mais um importante passo”, enfatizou.
Por sua vez, a presidente da PBTur, Ruth Avelino, ressaltou o importante momento que a Paraíba vive com relação ao crescimento do setor de turismo. “Estamos vivendo um momento de crescimento do turismo na Paraíba. Nossos hotéis e pousadas já estão todos lotados. Este suporte que o Procon vai dar no aeroporto é fundamental”, disse.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Dilma anuncia criação de 800 aeroportos desnecessários

A presidenta Dilma Rousseff disse ontem (12), em Paris, que o governo pretende criar cerca de 800 aeroportos regionais no País. Segundo presidenta, pelo projeto, cada cidade com até 100 mil habitantes deverá ter um aeroporto a, no máximo, 60 quilômetros de distância. “É uma necessidade também importante para o crescimento do país”, disse Dilma a empresários franceses, após participar do seminário empresarial Desafios e Oportunidades de uma Parceria Estratégica.

Dilma falou sobre a importância da privatização de grandes aeroportos e da recapacitação da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e ressaltou a necessidade de interiorização do transporte aeroviário num país continental como o Brasil. A presidenta enfatizou a importância de fortalecer a aviação regional no país, "diferenciada da aviação de longo alcance". Segundo ela, é preciso interiorizar o transporte aeroviário no Brasil. "Nós precisamos de médias empresas regionais de aviação.”

Além de um aeroporto a no máximo 60 quilômetros de distância em municípios com até 100 mil habitantes, a presidenta defendeu a construção de aeroportos nos pontos turísticos do país e disse que o governo tem recursos para isso. “Nós temos recursos para isso – originários até das outorgas que cobramos dos aeroportos, dos grandes aeroportos.”

A presidenta também confirmou que o governo deve lançar, até hoje (13), o edital para o leilão da primeira etapa do trem de alta-velocidade que ligará Campinas, São Paulo e Rio de janeiro. O edital foi aprovado na última semana pelo Tribunal de Contas da União com ressalvas. “Amanhã, daremos um passo decisivo porque o trem de alta velocidade, que será licitado em dois momentos, começa a ter a sua licitação de tecnologia – licitam-se a tecnologia a ser adotada e o operador, e, na sequência, escolhe-se e licita-se a construção.”

Nota Aeroportos Brasil:

A criação de 800 novos aeroportos por mais que seja uma otima ideia para ampliar a cobertura de voos em todo o país, é desnecessária. A prioridade do Governo Federal deveria se concentrar nos aeroportos ja existentes e ampliação dos mesmos. Os aeroportos nordestinos são uns dos mais sucatiados do Brasil.

No nordeste por exemplo os aeroportos de Aracaju, João Pessoa e Teresina precisam ser totalmente modernizados e ampliados. Esses aeroportos por serem portal principal de entrada de seus Estados devem possuir fingers, comodidade e qualidade no atendimento.

Investir em 800 novos aeroportos só vai criar mais gastos e continuar com pessima qualidade de conforto e segurança desses novos aeroportos, falta de demanda e continuação da saturada condições dos aeroportos maiores.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Aeroviários devem descidir greve amanhã

Terminou sem acordo a reunião entre os trabalhadores e as empresas do setor aéreo na tarde de hoje (12) sobre reajuste salarial da categoria. A proposta oferecida aos empregados será avaliada amanhã (13) em assembleias marcadas para as 13h em vários estados. Mas o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), Celso Klafke, adiantou que, se não houver melhora nos termos oferecidos, a tendência é que haja paralisação de advertência amanhã.

“Nós insistimos em ter algum tipo de ganho real [acima da inflação]. O tempo que podemos dar para o sindicato patronal é até amanhã. Não houve qualquer avanço na proposta. Eles querem dar o INPC [Índice Nacional de Preços ao Consumidor] para quem ganha o menor piso, 4,5% para os trabalhadores que recebem até R$ 3 mil, 3% até R$ 5 mil e, acima disso, 1,5%. Se esta proposta for mantida, a decisão dos trabalhadores é desencadear uma greve no setor, a partir das assembleias de amanhã à tarde”, avisou Klafke, na saída da reunião, ocorrida na sede do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea).

Klafke não soube precisar quais aeroportos seriam mais afetados se a paralisação for decretada, mas explicou que o sistema aéreo brasileiro trabalha em rede – e o que acontece em um aeroporto reflete nos demais. Nesse caso, poderão ocorrer atrasos e até cancelamentos de voos.

O representante do Snea, Odilon Junqueira, disse que há possibilidade das empresas revisarem a proposta até amanhã. Segundo ele, os trabalhadores propuseram 7% de reajuste geral, o que será examinado pelas companhias aéreas, que enviaram representantes para a reunião.

“As empresas farão o que é possível até amanhã. Os sindicatos dos aeronautas e aeroviários deixaram [proposta de] um reajuste de 7% para todas as categorias. Sendo que os aeroviários pediram ainda que os pisos sejam reajustados em 10%”, disse Junqueira. Ele ressaltou, porém, que as companhias aéreas passam por um momento de extrema dificuldade, o que torna difícil a concessão de reajustes com ganho acima da inflação.

“As empresas aéreas, desde o início das negociações, têm sido enfáticas em afirmar que, tendo em vista os prejuízos econômicos muito grandes que tiveram ao longo do ano de 2012, com o câmbio, que é muito elevado, o preço do combustível, que no Brasil é absurdo, e o custo dos impostos que incidem sobre a aviação, elas não têm a menor condição de conceder aumento real de salário”, frisou Junqueira.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

GOL passa a contar com robô para atendimento

A partir desta segunda-feira (10) os clientes da GOL Linhas Aéreas Inteligentes poderão desfrutar de um novo sistema de atendimento online. A companhia criou uma robô virtual que irá esclarecer as dúvidas sobre bagagens, documentação, inscrição no programa SMILES, emissão e acúmulo de milhas, entre outras. Ela já está disponível dentro da página de atendimento no site da empresa (www.voegol.com.br).
O atendimento funciona da seguinte forma: as dúvidas podem ser inseridas no campo indicado na página de atendimento e a robô virtual  busca no próprio site as informações a respeito do tema em questão. O novo mecanismo irá evoluir de forma gradativa e em breve permitirá que a robô passe a esclarecer dúvidas sobre outros assuntos, como cancelamentos e status de voos, confirmação de reservas, etc.

“Este projeto vem em linha com a nossa política de busca contínua por inteligência em nossos processos oferecendo aos nossos clientes um serviço de qualidade. Além disso, o sistema auxiliará a diluir a quantidade de contatos com a Central de Atendimento e nos proporcionará oferecer um processo de esclarecimento de dúvidas rápido, simples e de fácil acesso”, destaca Rogério de Castro Pereira Nunes, diretor de Relacionamento com o Cliente da GOL.

A robô virtual ainda não tem nome. Por isso, a GOL convida a todos para participar da campanha “Me Chama”. Basta acessar a página da companhia no facebook – facebook.com/voegol – e votar em uma das cinco opções de nomes, que ficarão disponíveis durante 30 dias. Na rede social, os clientes podem conferir também a história completa da robô, que nasceu com o sonho de voar.

Fluxo de passageiros até janeiro deve aumentar 10%

O fluxo de passageiros deverá ter um aumento de 10% nos 63 aeroportos públicos brasileiros neste final de ano e em janeiro de 2013, em relação ao mesmo período de 2011 e 2012. Segundo a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, são esperados 25,7 milhões de passageiros nos 63 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Para atender a esse aumento de demanda, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Infraero ampliarão as equipes de fiscalização e atendimento. A Anac fará, por exemplo, fiscalização especial com 290 servidores em 12 aeroportos do país: Antonio Carlos Jobim/ Jobim/Galeão e Santos Dumont (Rio de Janeiro), Congonhas e Guarulhos (São Paulo), Brasília, Viracopos (Campinas), Confins (Belo Horizonte), Salvador, Fortaleza, Recife, Porto Alegre e Curitiba.

A Infraero aumentará em 55% os funcionários identificados com coletes amarelos, que ajudam passageiros no aeroporto. No ano passado, foram usados 234 funcionários. Neste ano, serão 363. “É uma garantia de que teremos um final de ano com atendimento de qualidade para a população”, disse o ministro da secretaria, Wagner Bittencourt. Dados da Agencia Brasil.

Avianca deve comprar TAP por 4 bilhões

 
O grupo Synergy, dono da Avianca no Brasil, apresentou nesta segunda-feira (10) sua proposta ao governo português para adquirir a companhia aérea TAP. Caso a negociação seja concluída, a empresa passaria a liderar o mercado de voos do Brasil para a Europa.

Segundo o "Jornal de Negócios", de Portugal, a oferta do grupo, controlado pelo empresário Germán Efromovich, totaliza € 1,5 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões), dos quais € 1,2 bilhão servirão para assumir o passivo financeiro da estatal portuguesa.

Segundo o jornal português "Diário Económico", o grupo Sinergy está disposto a investir € 4 bilhões nos próximos cinco anos se ganhar a licitação. A publicação cita uma fonte próxima a Efromovich e considera que o investimento será destinado à renovação da frota. Luís Mór, vice-presidente da TAP, reconheceu na sexta-feira que a empresa vai "precisar de mais aviões". 

A Parpública, holding que controla as participações empresariais do Estado português na empresa, avaliará a proposta de aquisição nos próximos cinco dias. Segundo o site do "Jornal de Negócios", a oferta ficou abaixo do esperado pelo governo, que tende a estender as negociações.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Movimentação de passageiros no Aeroporto Castro Pinto


O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, apresentou um aumento de 4,67% em novembro deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), com informações das companhias aéreas.
Ao todo, embarcaram e desembarcaram 98.771 passageiros em novembro deste ano, contra 94.366 no ano passado. O número de embarques apresentou elevação de 9,89% este mês, em relação a novembro de 2011. Foram 50.373 embarques contra 48.366. O número de desembarques também apresentou aumento, de 6,31%. Foram 48.398 desembarques neste mês, contra 45.526.